Saúde Oral na Grávida



Durante a gravidez, ocorrem alterações hormonais no organismo da mulher que podem provocar o agravamento de certos problemas orais.

É bastante frequente a inflamação gengival, isto é, as gengivas podem doer e sangrar ao escovar, patologia vulgarmente denominada de gengivite gravídica. Esta situação pode agravar-se se não existirem cuidados de higiene oral adequados.

Ao contrário do que se pensa, a gravidez por si só não aumenta a incidência de cáries nem enfraquece os dentes, apenas poderá agravar ou propiciar o avanço de uma condição já existente na cavidade oral.

A mãe pode infetar o bebé através de microrganismos provenientes de doenças infeciosas, como a cárie dentária e doenças periodontais. Portanto, é de extrema importância reforçar e aumentar os cuidados de higiene oral para prevenir estas situações.

Uma infeção oral é mais prejudicial para o bebé do que o tratamento dentário necessário para resolver a situação. O ideal seria fazer uma consulta de medicina dentária antes da gravidez, de modo a evitar patologias orais durante este período. As consultas devem ser de curta duração, preferencialmente de manhã, sendo mais indicado o segundo trimestre de gestação.

Se tiver uma dor dentária, é importante que nunca se automedique! Deve consultar o seu médico dentista, que irá efetuar o tratamento mais adequado para o seu caso e prescrever a medicação correta.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White LinkedIn Icon

© GanhaSorriso - Serviços Médicos, Lda